Radiologia
-
3/9/2021

Exame de imagem - O que é e a importância nos dias de hoje

Se você deseja ter uma clínica médica conceituada e que ofereça serviços de qualidade, certamente deverá investir em exame de imagem.

Esse procedimento faz parte de algumas das rotinas mais básicas de atendimento, permitindo que os profissionais realizem diagnósticos mais assertivos, rápidos e completos.

Além disso, essa modalidade também está seguindo as novas tecnologias da medicina, possibilitando laudos à distância com máxima precisão.

No entanto, para aproveitar todos os benefícios que o exame de imagem proporciona, é importante entender não apenas o que são esses diagnósticos, mas também como eles funcionam.

Pensando nisso, nós preparamos um conteúdo especial sobre o assunto, com tudo que você precisa saber para implantar esses exames na sua clínica, além de acompanhar as inovações da área.


O que é o exame de imagem

Exame de imagem, como o nome indica, é um procedimento médico que possibilita a visualização das partes internas do corpo humano por meio de elementos imagéticos.

Essa tecnologia começou a se desenvolver há muitos anos, em meados de 1890, quando especialistas estimam que surgiram as máquinas de raio-X.

A partir disso, a medicina começa a dar seus primeiros passos rumo à novas ferramentas tecnológicas que auxiliam na realização de exames e diagnósticos.

Hoje, o exame de imagem é um dos componentes mais importantes de qualquer atendimento médico, pois possibilitam uma avaliação completa do paciente, porém de forma não-invasiva e prática.

Esses procedimentos fazem parte do setor de radiologia, e mesmo que a clínica não possua um departamento de consultas específico para essas atividades, é essencial investir em parcerias e meios de realizar esses exames.

No entanto, a boa notícia é que a evolução do exame de imagem também permite a implantação de recursos como a telerradiologia, que tornam seus processos ainda mais acessíveis e práticos.


A importância do exame de imagem

Basicamente, é o exame de imagem que permite que os profissionais avaliem o paciente internamente, sem a necessidade de cirurgias exploratórias ou outros métodos invasivos.

Com esses procedimentos, é possível analisar todo o organismo, desde órgãos, tecidos, sistemas e ossos, de maneira prática e rápida.

Além disso, existem doenças que apenas o exame de imagem pode detectar, auxiliando em diagnósticos mais precisos e tratamentos mais assertivos.

Esses exames fornecem informações relevantes e de extrema importância para o médico, que pode emitir laudos mais completos com base na análise das imagens.

Ainda, o exame de imagem apresenta uma ampla cobertura em todos os departamentos de saúde, e não apenas no diagnóstico de doenças.

Por exemplo, gestantes acompanham a saúde do bebê por meio desses processos, e diversas rotinas básicas também utilizam os exames imagéticos para cumprir sua função.

Em resumo, são esses diagnósticos que permitem a realização de uma prática médica completa e eficiente, com praticidade e rapidez.


Tipos de exame de imagem

Entre os diversos tipos de exame de imagem que existem atualmente, alguns se destacam por seu uso recorrente e ampla funcionalidade.

Nesse caso, é fundamental que as clínicas e consultórios invistam nesses exames, para que possam oferecer um serviço de qualidade para o paciente, mesmo em seus atendimentos mais básicos.

Confira os principais tipos de exame de imagem:

Ecocardiograma (ECG)

O ecocardiograma é um exame de imagem realizado no coração, e forma elementos imagéticos por meio do som.

Nesse caso, o profissional utiliza aparelhos próximos ao órgão, e pode identificar uma série de ocorrências, como regulação dos batimentos e circulação sanguínea.

Além disso, se existem anormalidades nessa região, o som irá sair distorcido, permitindo a formação de uma imagem que indica o distúrbio.

Ultrassonografia

A ultrassonografia também é um exame de imagem que funciona a partir do som. O profissional utiliza aparelhos transdutores, que, em contato com a região, captam as ondas sonoras emitidas pelo órgão.

Trata-se de um exame extremamente comum, solicitado para avaliação de órgãos como fígado, abdômen e útero.

Raio X Contrastado

O raio X contrastado é um exame de imagem que se desenvolveu por meio das tecnologias da medicina.

Ele é feito de maneira convencional, com radiação emitida na região que deseja visualizar, e, com base na absorção do corpo, a imagem identifica elementos mais ou menos densos.

No entanto, nessa categoria, o paciente ingere um medicamento com corante, que permite o contraste do raio X na região de avaliação.

Dessa forma, existe a possibilidade de avaliar a imagem de maneira mais clara e nítida, uma vez que o corante se destaca na imagem, tornando-a mais fácil de interpretar.

Tomografia

A tomografia também é um exame de imagem comum, mas de extrema importância para a área da saúde.

Ela permite a visualização das regiões em forma de cortes, partes de imagens que reconstroem a região de maneira fragmentada, permitindo o diagnóstico de anormalidades no local.

Esse exame é indicado para fraturas complexas, especialmente na cabeça, abdômen, intestino e pulmões.

Ressonância magnética

Por fim, a ressonância magnética é o exame de imagem mais complexo realizado atualmente, pois é capaz de identificar todos os tipos de tecidos do corpo humano.

Assim, os profissionais podem ter uma ampla visualização dos músculos, tendões, do cérebro e da coluna, por exemplo, regiões de difícil acesso, mesmo com elementos imagéticos.

Além disso, sua tecnologia também é avançada, utilizando equipamentos que criam campos magnéticos ao redor do corpo e vibram conforme as ondas de energia que são emitidas.

No entanto, esse exame de imagem também é indolor e não-invasivo, sendo comum em diversos centros de saúde.


Laudos médicos e exame de imagem à distância são possíveis?

Atualmente, com as inovações da medicina, já é possível unir laudos médicos e exame de imagem à distância.

A telerradiologia é uma área que vem se desenvolvendo de forma considerável, permitindo o compartilhamento de imagens com total segurança e qualidade.

Com isso, as clínicas e centros de saúde podem realizar suas atividades de maneira mais prática, e alcançar públicos que podem ter acesso remoto a esses serviços.

Além disso, diversas plataformas já integram o exame de imagem a sistemas de envio automáticos. Assim, o profissional sequer precisa realizar o compartilhamento de forma manual.

Não à toa, os exames de imagem e laudos médicos à distância estão se tornando cada vez mais comuns, e diversas clínicas já se tornaram adeptas dessa modalidade.

No entanto, é importante se atentar para os padrões exigidos pelo Conselho Federal de Medicina.

Segundo a resolução Nº 2.107/14, o exame de imagem à distância deve seguir formatos autorizados, como o DICOM (Digital Imaging Communications in Medicine).

Dessa forma, a transmissão pode ser feita com máxima qualidade pelo sistema PACS, oficialmente autorizado, seguindo todas as diretrizes de segurança.


Como funciona o exame de imagem à distância?

A princípio, o exame de imagem ocorre normalmente, por uma equipe de profissionais radiologistas, em locais apropriados.

Entretanto, o equipamento possui integração com um computador, que irá capturar as imagens emitidas em formato de pixels e já realizar o compartilhamento.

Basicamente, são esses softwares e plataformas que possibilitam o envio para o servidor externo, conectado à estação de trabalho.

Uma vez que as imagens possuem um formato padrão, outros computadores e profissionais podem fazer o download do arquivo nas suas máquinas, por meio de acesso à Nuvem.

Com isso, quando ocorrer o acesso aos pixels do arquivo em outra estação, será possível formar o exame de imagem com a mesma qualidade, sem perder informações.

Todo o processo ocorre de maneira instantânea, por meio de conexão com uma rede. Ela pode ser externa, como a internet, ou uma rede internet, dentro do próprio consultório ou hospital.


Benefícios do exame de imagem de forma remota

Para entender a real importância do exame de imagem à distância, vale a pena conhecer um pouco sobre os benefícios dessa modalidade.

Por isso, veja algumas das principais vantagens desse formato remoto:

Agilidade no atendimento do paciente

Uma das grandes vantagens da telemedicina é a agilidade no atendimento do paciente. 

Isso porque não é mais preciso encaminhá-lo de um lugar a outro durante a consulta, pois o exame pode ser feito no local e os resultados já seguem para o médico.

Assim, a análise é muito mais rápida, agilizando o atendimento e o diagnóstico.

Armazenamento de histórico

Os servidores externos que possibilitam o exame de imagem remoto também armazenam as informações e montam um histórico do paciente.

Com isso, o profissional pode acessar todas as imagens quando quiser, auxiliando na consulta e no acesso ao perfil do paciente em qualquer lugar.

Sem limitações físicas

Ainda, o exame de imagem à distância não depende mais de limitações físicas, como departamento de exames no prédio ou a necessidade de todos os médicos no mesmo espaço.

Com as plataformas especializadas, é possível integrar todos os profissionais pela rede, oferecendo diagnósticos completos, mais práticos e que podem ser feitos de qualquer lugar.


Vale a pena trabalhar com um exame de imagem em conjunto a um sistema de IA?

Com tanta tecnologia, muitas clínicas podem ter dúvidas se vale mesmo a pena investir em exames de imagem avançados, especialmente feitos à distância e por inteligências artificiais.

No entanto, essa modalidade representa o futuro da medicina, e pode oferecer serviços ainda mais completos para seus pacientes.

Uma vez que o exame de imagem é parte fundamental de qualquer rotina de atendimento, vale a pena investir nas melhores tecnologias possíveis.

Além disso, existem plataformas especializadas que podem auxiliar nesse processo, como a NeuralMed.

Com nosso sistema, podemos otimizar suas rotinas de diagnóstico de maneira ágil e segura, utilizando inteligências artificiais inovadoras.

Por isso, considere investir em uma health tech como nós, e veja a diferença nos seus serviços de exame de imagem à distância e nos atendimentos dos seus pacientes.