Gestão
-
4/10/2021

Como um ecossistema digital na saúde deve funcionar na prática?

Embora ainda seja um conceito que está se popularizando no mercado, o ecossistema digital na saúde já se mostra como uma tecnologia promissora, podendo trazer inúmeros benefícios para a sua clínica.

As inovações na área da medicina estão transformando as atividades médicas e outras rotinas que se relacionam a elas, melhorando a qualidade do serviço em todas as camadas.

E essas modernizações não afetam somente o atendimento ao paciente, mas também a forma como os profissionais atuam e integram seu fluxo de trabalho no dia a dia.

No entanto, muitos gestores e administradores ainda não conhecem as novas tecnologias que estão surgindo no mercado e podem estar perdendo uma grande oportunidade de inovação em suas clínicas.

Pensando nisso, nós preparamos um guia especial sobre uma das ferramentas que está ganhando espaço nesse setor: o ecossistema digital na saúde.

Confira mais sobre o que é essa tecnologia, como ela funciona e quais os benefícios que ela pode trazer para os centros de saúde.


O que é o ecossistema digital na saúde?

Basicamente, o ecossistema digital na saúde tem por objetivo integrar diferentes ferramentas e automações do segmento, proporcionando uma rede de softwares unificados, que proporcionem um serviço otimizado.

O termo ecossistema vem da área de ecologia e biologia, sendo definido como um grupo de elementos interconectados pela interação entre sua comunidade e organismos e o ambiente, segundo o dicionário Eco.

Nesse contexto, um ecossistema digital pode ser entendido como um grupo de elementos virtuais integrados entre si e com o meio onde atuam.

A princípio, os sistemas de negócio começaram a se popularizar mais, formando uma rede que unia, por exemplo, o proprietário da plataforma, os responsáveis pela estrutura, os fornecedores e os clientes.

Com isso, é simples definir o conceito de ecossistema digital na saúde. Trata-se apenas da integração de softwares voltados para a medicina, que integram os agentes e o ambiente. Por exemplo:

  • Médicos;
  • enfermeiros;
  • assistentes;
  • funcionários terceirizados;
  • a empresa que desenvolveu a plataforma.

Todos esses componentes se integram e atuam no ambiente em comum, no caso as clínicas e centros de atendimento.

O objetivo dessa tecnologia, inclusive do ecossistema digital na saúde, é trazer soluções integralizadas para o segmento, visando atender às necessidades do ambiente e dos usuários.

Por que contar com um ecossistema digital na saúde integrado?

Depois de conhecer mais sobre o ecossistema digital na saúde, muitos usuários podem ficar em dúvida sobre porque investir nessa tecnologia.

No entanto, ela pode trazer uma série de benefícios para os envolvidos e, principalmente, para a clínica que centraliza essas operações.

Confira mais detalhes sobre alguns dos principais motivos para contar com um ecossistema digital na saúde:

Segurança de informações

A era da tecnologia possibilita a automação de diversas rotinas e informações, otimizando o fluxo de trabalho pelas vias digitais.

No entanto, sem uma plataforma adequada e segura, aumentam as chances de problemas como roubo ou vazamento de dados tratados digitalmente.

Esse risco ganha ainda mais potencial quando se trata de vários softwares não integrados. Por exemplo, imagine quantos programas um hospital de grande porte não precisa utilizar para manter suas operações.

Por outro lado, com o ecossistema digital na saúde, é possível unir as plataformas e compartilhar de uma mesma tecnologia segura.

Com os mesmos servidores e garantias, os dados ficarão muito mais seguros, permitindo a manipulação das informações com mais proteção.

Organização de processos

Enquanto isso, muitos administradores já conhecem os benefícios das plataformas automatizadas na organização de processos.

Elas não apenas simplificam muitas rotinas burocráticas, como também permitem que as informações fiquem mais organizadas no sistema.

No entanto, essa característica pode se voltar contra o centro de saúde, se existirem várias plataformas desconexas entre si.

Imagine armazenar inúmeros dados em vários sistemas e não saber como procurá-los, ou qual o programa responsável por determinado processo.

Nesse caso, o ecossistema digital na saúde permite uma integração sólida entre os softwares, aumentando a organização real das operações.

Atendimentos humanizados

O objetivo do ecossistema digital na saúde é fornecer serviços de qualidade para os pacientes e isso inclui atendimentos humanizados.

Essa abordagem leva em consideração mais do que apenas protocolos, mas sim todo o contexto, a história e a experiência de quem precisa ser atendido.

Nesse caso, contar com um sistema tecnológico integrado permite que os médicos atuem de maneira mais gentil e compreensiva.

Por exemplo, será possível conferir dados mais complexos dos pacientes, de forma rápida e organizada, oferecendo um atendimento que seja compatível com seu histórico.

Especialmente com a popularização das teleconsultas, que dependem quase que integralmente das tecnologias, investir em um bom ecossistema pode ser essencial.

Laudos médicos com fácil acesso

Os atendimentos ao paciente não se restringem somente à consulta, mas sim a todos os processos que antecedem e sucedem esse contato.

Nesse caso, os laudos médicos são um dos documentos mais importantes para complementar o serviço ao paciente com máxima qualidade.

São neles que os profissionais fazem suas anotações, considerações, diagnósticos e receitas.

E com um ecossistema digital, é possível integrar cada etapa nas mesmas plataformas, evitando dispersão de informações e tornando o acesso dos laudos mais facilitado.

Triagem do hospital mais eficiente

As triagens são procedimentos fundamentais em qualquer hospital ou clínica médica e, por isso, também precisam contar com um sistema que facilite essas rotinas.

Poucos gestores conhecem a existência de programas integrados para triagens, mas, atualmente, existem várias opções que podem tornar os processos mais eficientes.

Por exemplo, a solução trIA, da NeuralMed, auxilia na triagem do hospital por meio de inteligência artificial, priorizando os atendimentos por criticidade, com praticidade e facilidade.

Assim, o ecossistema digital na saúde é ideal para potencializar essas rotinas.

Setor administrativo e financeiro interligados

Uma clínica ou hospital dependem muito mais do que apenas dos atendimentos médicos, pois sua estrutura funciona como uma empresa.

Nesse caso, é importante que os setores administrativos conversem entre si, para oferecer um serviço dinâmico que contribua para a correta execução das atividades.

Um ecossistema de saúde possibilita a integração desses departamentos, principalmente entre os setores administrativo e financeiro, dois dos pilares essenciais de qualquer centro.

Agilidade de atendimento

Um dos grandes benefícios do ecossistema digital na saúde é a agilidade nos atendimentos. Afinal, as plataformas integradas são mais organizadas e assertivas para consultas.

Com todas as informações concentradas em um único sistema conectado, é muito mais simples localizar os dados necessários e, com isso, agilizar o atendimento.

Melhor estrutura para consultas

Por fim, o ecossistema digital na saúde oferece uma estrutura mais assertiva, eficiente e otimizada para as consultas de forma geral.

O paciente poderá se beneficiar com profissionais mais equipados, tecnologias avançadas e uma integração virtual que proporciona serviços de máxima qualidade.


Motivos para investir no ecossistema digital na saúde


Agora, depois de conhecer mais sobre as vantagens do ecossistema digital na saúde, chegou o momento de conferir alguns motivos para investir efetivamente nessa tecnologia.

Veja alguns dos pontos principais para começar a usar esse sistema no dia a dia:

Usar a inteligência artificial a favor

A inteligência artificial na medicina já é uma realidade e o ecossistema digital na saúde possibilita o uso dessa inovação a favor da clínica.

Inúmeros softwares são potencializados quando se integram com outros programas, permitindo que programações inteligentes atuem em parceria com os profissionais.

Nesse caso, usar esse ecossistema significa potencializar o uso da inteligência artificial no seu centro de saúde, melhorando a qualidade dos seus serviços.

Utilizar diferentes métodos de avaliação na consulta

O ecossistema digital de saúde possibilita a integração de diferentes plataformas e, com isso, traz mais possibilidades de métodos de avaliação na consulta.

Com programas conectados, o profissional poderá ter acesso a mais de uma opção para atender ao paciente de maneira assertiva e concreta.

Além disso, o uso de diferentes métodos de avaliação também se aplica antes e depois da consulta, como os NPS de saúde, unindo médicos e pacientes.

Armazenamento de documentos em segurança

Como mencionado, a segurança dos dados dos pacientes deve vir em primeiro lugar, de modo que é importante investir em tecnologias de qualidade para isso.

Assim, o ecossistema digital de saúde colabora para uma maior proteção dos dados, com tecnologias padronizadas e garantias reforçadas.

Sem dispersar as informações, é possível ter mais segurança ao manipular esses processos.

Contar com soluções de Health techs

Por fim, o ecossistema digital de saúde é mais um passo rumo ao futuro da medicina, permitindo que a clínica se integre a outras soluções, como as health techs.

Empresas de tecnologia e saúde são uma das maiores apostas desse setor, podendo ajudar na transição dos procedimentos para opções mais inovadoras.

Assim, adotar um sistema que integra programas e usuários pode ser mais simples com as health techs e tudo que elas podem oferecer.


Qual o melhor momento para investir em um ecossistema digital na saúde?

Certamente, a hora de investir em um ecossistema digital na saúde é agora.

O setor está recebendo uma série de inovações tecnológicas e, todos os dias, novas descobertas tornam a medicina ainda mais moderna e otimizada.

Nesse caso, para ser capaz de acompanhar todas as evoluções, é importante ter um sistema unificado, que reúna diferentes plataformas e seus agentes de maneira mais prática.

Por isso, se você utiliza vários programas em sua clínica e sente que pode integrar esses dados para otimizar suas rotinas, é o momento de investir em um ecossistema digital na saúde.