Gestão
-
3/9/2021

Sistema financeiro para médicos: O que é e qual a importância

Se a sua clínica ainda não possui um sistema financeiro para médicos, pode estar perdendo uma grande oportunidade de otimizar as rotinas administrativas e oferecer um serviço ainda mais eficiente.

Embora o foco dos centros de saúde devam ser os atendimentos médicos voltados para o bem-estar da comunidade, é essencial manter em mente que esses estabelecimentos também operam como empresas.

Dessa forma, é importante investir também em uma plataforma adequada para administrar os procedimentos relacionados à essa área, para evitar problemas que possam impactar nos serviços prestados ao paciente.

Por isso, vale a pena conhecer mais sobre o que é e como funciona um sistema financeiro para médicos, para poder implantá-lo de maneira eficiente na sua clínica, e otimizar, ainda mais, as suas operações.


Por que utilizar um sistema financeiro para médico?

É comum que muitas pessoas associam clínicas e hospitais unicamente a estabelecimentos de prestação de serviços.

Isso porque eles são, de fato, centros de extrema importância para o bem-estar social, oferecendo atendimentos e tratamentos para a comunidade.

No entanto, essa não é a única atuação dos centros de saúde, especialmente clínicas particulares, que não recebem subsídios ou administração do Governo.

Nesse caso, consultórios e hospitais também se comportam como organizações. Isso significa que eles possuem despesas, receitas, faturamento e outras operações burocráticas que são essenciais para manter o funcionamento da clínica em sua totalidade.

Para isso, é preciso recursos, e não apenas quanto aos custos, mas também para a compra de insumos, pagamentos dos profissionais e investimento em equipamentos que possibilitem os atendimentos ao paciente.

Dessa forma, um sistema financeiro para médicos é um dos elementos mais importantes para garantir uma administração eficiente desse setor, de extrema relevância para a clínica.

Além disso, como toda empresa, uma organização eficiente potencializa os fluxos de trabalho, e o mesmo ocorre nos centros de saúde.

Uma plataforma adequada permite a correta gestão do setor financeiro, permitindo que os responsáveis possam monitorar os recursos da melhor forma possível.


O sistema financeiro para médicos funciona em todos os hospitais e clínicas?

Cada centro de saúde possui suas próprias demandas, e, por isso, precisa de uma plataforma própria para gerir seus recursos.

No entanto, de forma geral, o sistema financeiro para médicos pode, sim, funcionar em todos os tipos de hospitais e clínicas.

Mesmo estabelecimentos públicos também precisam administrar suas despesas e receitas, para realizar a devida prestação de contas com o Governo e com os contribuintes.

Nesse caso, a implantação desse tipo de sistema é recomendável para todas as categorias de clínicas e consultórios.

Além disso, existem diversos modelos de sistema financeiro para médicos, que podem atender a diferentes necessidades.

Por exemplo, o profissional independente pode usar um sistema automatizado para controlar seus atendimentos e investimentos.

Enquanto isso, pequenas clínicas também podem aproveitar os benefícios dessa tecnologia, para controlar seus pagamentos e recebimentos.

Ainda, diferentes categorias de hospitais e clínicas utilizam mais de um sistema financeiro para médicos, que pode gerenciar materiais, despesas administrativas, controle de gastos com pessoal e outras modalidades de maneira individual e organizada.

Assim, esses sistemas não apenas podem ser implantados em clínicas e hospitais, como também é recomendável que façam isso.


Benefícios do sistema financeiro para médicos

Utilizar um sistema financeiro para médicos oferece uma série de benefícios para a clínica ou hospital, e é importante conhecer essas vantagens ao avaliar essa ferramenta.

Por isso, confira alguns dos principais e o que eles podem oferecer para o centro de saúde:

Organização de informações

A princípio, um dos grandes benefícios do sistema financeiro para médicos é a organização de informações.

Todos os dados relevantes sobre o setor estarão em um único sistema automatizado, que permite a correta estruturação dos documentos, com muito mais rapidez e agilidade.

Além disso, as informações também passam a seguir um padrão de arquivamento, o que torna seu acesso mais coordenado.

Otimização de tempo

Com a correta estrutura das informações, é possível otimizar o tempo de realização dos procedimentos.

Por exemplo, a conferência de notas e documentos pode ser feita com muito mais rapidez, pois todos os dados já estão organizados.

Com isso, o setor financeiro realiza suas rotinas com mais agilidade, o que permite que outros departamentos também adiantem seu fluxo de trabalho.

Dessa forma, o sistema financeiro para médicos promove uma otimização do tempo de todos os colaboradores, diminuindo o tempo hábil dos procedimentos e permitindo que outras operações possam ser feitas com mais calma.

Melhora de processos administrativos

O sistema financeiro para médicos também impacta os processos administrativos de uma clínica.

Isso ocorre porque todos os setores estão conectados, e suas rotinas dependem uma das outras.

Por exemplo, o setor financeiro deve emitir relatórios periódicos para avaliar o desempenho do consultório. Assim, o setor administrativo poderá ter parâmetros mais concretos para tomar decisões no futuro, como fazer investimentos ou controle de gastos.

Mesmo em uma clínica, os departamentos de administração e contabilidade possuem uma relação direta de procedimentos, que são fundamentais para a manutenção das atividades médicas.

Dessa forma, investir em uma plataforma adequada também melhora esses processos.

Integração com outros setores da clínica médica

E essa integração não ocorre somente entre os setores administrativo e financeiro, mas também com toda a clínica.

Por exemplo, o sistema financeiro para médicos pode integrar o RH com o departamento contábil, para a correta gestão de pagamentos aos colaboradores.

Ou, ainda, o setor de logística pode utilizar as informações desse sistema para operar com mais agilidade e segurança.

Basicamente, toda a clínica deve ser integrada, para que suas rotinas sejam, acima de tudo, eficientes e sólidas.


Dicas para escolher o melhor sistema financeiro para médicos

Depois de conhecer mais sobre o sistema financeiro para médicos, é importante avaliar alguns pontos antes de investir em um.

Desse modo, é possível escolher a melhor plataforma para a sua clínica, com base nas suas demandas e nas funcionalidades mais importantes do sistema.

Por isso, veja algumas dicas para tomar uma decisão assertiva quanto à sua plataforma:

Ele conta com controle de estoque?

Pode não parecer, mas o controle de estoque em uma clínica é fundamental, e é preciso avaliar se o sistema financeiro para médicos em questão oferece isso.

Imagine, por exemplo, não ter um controle dos materiais descartáveis. Nesse caso, os médicos e colaboradores ficariam impossibilitados de realizar suas atividades.

Ou, ainda, essa falta pode ser causada por um mau gerenciamento de recursos, que atrasou a compra de insumos com os fornecedores.

Diversas situações como essas podem ser evitadas com um controle de estoque eficiente, atrelado ao sistema financeiro para médicos.

Fácil registro financeiro

Enquanto isso, o seu sistema financeiro deve ter um fácil registro, não apenas para otimizar as rotinas, mas para permitir que todos os colaboradores possam se adaptar.

Quanto mais simples for a interface e o uso das ferramentas, melhor a clínica poderá adequar à nova plataforma, já melhorando seu fluxo de trabalho.

Por isso, é importante procurar por sistemas automatizados, e que, de preferência, ofereçam registros automáticos.

Implantação rápida

Muitas vezes, o sistema financeiro para médicos demanda um longo processo de implantação, pois depende de uma série de equipamentos auxiliares.

Nesse caso, é importante verificar se a alternativa que você está considerando possui uma implantação rápida e descomplicada, para entrar em funcionamento o quanto antes.

Além disso, essa implantação também deve considerar o tamanho da clínica e outros elementos, otimizando ao máximo a ferramenta e sua instalação.

Sistema em nuvem

Por fim, outro fator de extrema importância para analisar em um sistema financeiro para médicos é a integração em Nuvem.

Trata-se do armazenamento em servidores externos, conectados à internet. Com a Nuvem, as informações ficam salvas com mais segurança, organização e facilidade de acesso.

Ainda, diversos procedimentos médicos já usam esse componente, como inteligências artificiais em exames.

Por isso, garanta que a sua opção tenha um sistema em Nuvem e permita esse compartilhamento externo com facilidade.


Melhores sistemas financeiros para médicos

Por fim, veja algumas alternativas de sistemas financeiros para médicos, com boas avaliações e destaque no mercado:

iClinic

Atualmente, o iClinic é o sistema financeiro para médicos mais popular do segmento. Ele já atendeu mais de 70 mil profissionais, inclusive grandes parcerias, como o Hospital Albert Einstein.

O software conta com diversas funcionalidades práticas, além de diferenciais como prontuário eletrônico e laudos médicos personalizáveis no sistema.

Além disso, oferece soluções administrativas e possibilidade de teste grátis, o que aumenta a segurança antes de contratar, de fato, o serviço.

Clínica nas Nuvens

A Clínica nas Nuvens também se destaca por suas funcionalidades exclusivas, como facilitados para a implementação da telemedicina nas rotinas da clínica.

O software apresenta agenda online e controle de atendimentos integrados com a gestão financeira, oferecendo mais facilidade no dia a dia.

Enquanto sistema financeiro para médicos, a empresa também possui ferramentas como emissão de notas fiscais e divisão automática de pagamentos.

Boa Consulta

Por fim, a Boa Consulta é uma empresa de sistema financeiro para médicos online. Ou seja, todas suas funcionalidades estão disponíveis na internet, sem necessidade de instalação.

O software pode otimizar a rotina de acompanhamento dos recursos, além de integrar outras funções, como agendamentos e visibilidade online.

As guias financeiras apresentam preenchimento automático, além de serem emitidas em documentos padrões para qualquer sistema.


Vale a pena contar com um sistema financeiro para médicos?

De forma geral, toda clínica ou hospital deve investir em um sistema financeiro para médicos.

Essas plataformas são voltadas especialmente para as atividades de saúde, com funcionalidades que ajudam a otimizar as rotinas com mais segurança e praticidade.

Além disso, centros de saúde que buscam oferecer atendimentos de qualidade aos pacientes devem assegurar uma boa gestão interna.

Isso só é possível com um sistema financeiro para médicos, sendo o primeiro passo para desenvolver uma clínica mais inovadora, moderna e organizada.